Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2009

Quarta-feira, 02 de Dezembro de 2009

Noite dura!
Dia duro!

Ao chegarem na UTI, papai e mamãe estão ansiosos. Ficaram a noite toda fora e estão se adaptando aos horários do banco de leite, sim apesar de eu não estar me alimentando ainda, a mamãe tem que ir ao banco de leite de 3 em 3 horas para estimular a produção e o leite tirado não é perdido, pois o hospital tem um sistema de pausterizar e armazenar até eu começar a me alimentar.
As 10:40 mamãe vai para o banco de leite e o papai fica na UTI, nesse meio tempo a doutora Miriam (Cardiologista) entra na sala e apresenta ao papai o resultado do Eco-cardiograma.

A doutora Miriam explica ao meu papai que o pedido do exame foi para confirmar o diagnóstico já apontado anteriormente de “Persistência do canal arterial (PCA).” (para melhores informações ou artigo médico – click aqui).

A preocupação da doutora é na forma de como medicar, pois a medicação tem que ser aplicada via oral, porém eu ainda não tenho o sistema digestivo em funcionamento. (até agora estou sendo alimentado via sonda pelo umbiguinho).
Portanto a alternativa é uma cirurgia. Essa opção doutora não gostaria de fazer, pois eu, nesse momento, estou com 890g (é normal perder peso nos primeiros dias de vida) e já havia sido extubado e em fase de diminuição do oxigênio no CPAP. Fazendo uma cirurgia agora, apesar de ser uma cirurgia simples, tínhamos riscos nessas condições, sem falar na regressão da minha recuperação.

Mas mesmo com esse quadro, a doutora deixou claro que essa decisão teria que ser tomada rápido e que dependeria de uma reunião que os médicos fariam ainda essa semana, para definir.

Não preciso nem falar da cara do papai. CIRURGIA? Que notícia ..

Papai tenta apresentar um cenário mais colorido para a mamãe e deixa a mamãe no hospital indo até em casa, fazer a única coisa que ele sabe que poderá ajudar nesse momento. Orar.

Papai me conta que nesse dia, ao chegar em casa, ele não conseguia orar (parece até que o Céu está fechado) e ele portanto fez outra coisa, pega seu trompete e começou a tocar os hinos. Tocou, tocou, tocou, conversou com DEUS através das notas e das lágrimas que desceram e pediu ao senhor um milagre, ele disse em suas notas que serve a um DEUS que ouve a oração e a um DEUS que socorre o seus filhos, portanto ao ter certeza em sua alma que o SENHOR atenderia a sua súplica, ele guardou o instrumento e foi buscar a mamãe.

Firme na fé ele me saudou com a “Paz de Deus” e foi embora ao final de mais um dia.

Um comentário:

Flávia Rocha disse...

Estou emocionada!Deus os guiou para que escrevessem esse blog.

Postar um comentário

 
© Template Scrap Gabriel|desenho Templates e Acessórios| papeis Bel Vidotti